Para muitas mulheres, a decisão de fazer parte do processo de barriga de aluguel é acompanhada ou amparada pela necessidade de ajudar os casais que, devido à infertilidade ou deficiência biológica, não podem conceber filhos; Além disso, há uma série de circunstâncias familiares que devem ser levadas em consideração.

Barriga de aluguel: casal e família

Tornar-se mãe de aluguel é uma decisão totalmente voluntária e pessoal, ou seja, é totalmente alheia às opiniões de fora. No entanto, essa experiência não é um assunto fácil de abordar impessoalmente com o núcleo familiar. O fato de ser mãe de aluguel acarreta um período de tempo prolongado, esse tempo deve ser deduzido de suas atividades diárias, além de aceitar algumas alterações hormonais que a mãe vivencia durante e após todo o processo gestacional.

pareja y subrogacion

A comunicação efetiva é um dos pilares fundamentais na abordagem do tema com o núcleo familiar. O principal é que a mãe de aluguel saiba todos os procedimentos e horários, desde as primeiras consultas até o parto.

Considera-se que a possível mãe substituta, antes de ir a um serviço especializado, participa do núcleo familiar de todos os resultados e processos que possam ocorrer, para que as condições possam surgir. Se, após testes e exames psicológicos, você for certificada para ser uma candidata a mãe de aluguel, você está a apenas uma decisão final de conceder sua ajuda a uma família em espera.

A forma de abordagem do assunto estará sujeita à constituição da família, ou seja, aos membros do domicílio. Em muitos países, é necessário o consentimento do marido ou cônjuge. Portanto, ambos devem assinar um documento onde voluntariamente aprovam a decisão tomada e um ato de colaboração de ambos para levar a gravidez a termo.

subrogacion en colombia para parejas

O marido ou cônjuge concorda, por meio do documento assinado, em fundamentar a decisão da mãe de aluguel, entendendo que desde o início da barriga de aluguel haverá redução no tempo. Além disso, um dos regulamentos para ser mãe de aluguel é ter tido um filho de forma estável antes. O propósito desse fator é que seja psicológica e fisicamente conveniente para o casal conhecer toda a experiência de uma gravidez.

Desta forma, focamos no fato de que eu não afetei o relacionamento, se ambas as partes se comunicassem com antecedência, expressando os pontos de vista de cada uma. Existem relações em que o casal discorda, o fundamental neste tipo de caso é saber os motivos que o levam a pensar assim, visto que pode ter informações erradas sobre a barriga de aluguel.

A maioria das agências especializadas conta com aconselhamento profissional, para que o casal substituto possa optar por um treinamento, a fim de conhecer o papel que a futura gestante desempenha em todo o processo.

familia y subrogacion

Enfatizando que a mãe de aluguel defende o direito das famílias que não podem gestar sem a ajuda de outros meios, o apoio de uma mãe de aluguel traz para um novo lar a luz de uma criança que manterá as informações genéticas com os pais pretendidos. Ver a barriga de aluguel como uma oportunidade para a humanidade, ao invés de um benefício individual, é a visão que muitas mulheres consideram. E ficou demonstrado que as mulheres grávidas com pensamento positivo para a colaboração têm maiores capacidades e resultados nos testes anteriores e psicológicos a que se submetem.

Para as mães de aluguel, onde o núcleo familiar é mais velho, deve-se levar em consideração a idade dos filhos e o apoio que oferecem em casa (seja do casal ou de algum outro membro). Cuidar de menores com uma gravidez mais delicada deve ser um ponto importante a estudar. Por esse motivo, vincular o parceiro ou algum outro membro da família no processo pode tornar a experiência mais suportável.

Na maioria das vezes, os menores não entendem o que está acontecendo, isso pode afetar sua autoestima, caso a mãe não ofereça os cuidados que ela prestava anteriormente. Para essas situações, os fatos devem ser levantados com um vocabulário que eles entendam e envolvam-nos sem que seus sentimentos sejam afetados.

acompanamiento en el proceso

Ser mãe de aluguel implica consultas constantes ao médico de família, menstruação regular para implantação do óvulo fecundado, verificação de gravidez positiva e posterior tratamento até o nascimento do filho.

São etapas que todas as mulheres com experiência anterior têm consciência do que isso acarreta, principalmente pela carga hormonal que devem suportar. Portanto, abordar a situação em casa é essencial para ajudar a minimizar o estresse, sintoma que pode ser crucial na redução de qualquer complicação ao longo dos meses de gravidez.

Outro motivo que afeta o núcleo familiar são as possíveis complicações que a gestante pode encontrar ao praticar a barriga de aluguel. Esse medo, em muitos casos, aterroriza alguns membros da família e esse é um dos motivos que faz com que a revisão constante da mãe de aluguel.

A única forma de a barriga de aluguel afetar o núcleo familiar é na medida em que não sejam feitos os preparativos necessários, a começar pela comunicação e desdobramento de todos os processos realizados, desde o início do programa com a agência da confiança até o nascimento do bebê.

Para alguns é um assunto que pode demorar a ser assimilado, mas a futura grávida pode sempre contar com conversas com o médico ou envolver-se em fóruns online, onde milhares de substitutos contam e contam com experiências pessoais.

Construindo um caminho enriquecedor, que culminará no nascimento de um filho para uma família com aquele grande sonho.

Na CELAGEM estamos prontos para realizar seu sonho

Somos especialistas na resolução de problemas de fertilidade, fertilização in vitro ou reprodução assistida. Queremos mostrar-lhe alguns dos nossos tratamentos que têm a sua primeira consulta totalmente grátis.

NOMEAÇÃO GRATUITA

DIAGNÓSTICO ONLINE

Como a barriga de aluguel afetará meu relacionamento ou relacionamento familiar?