Técnicas de reprodução assistida

As técnicas de reprodução assistida são utilizadas apenas nos casos em que o casal, por meio de métodos menos complicados e sem a necessidade de ajuda externa além de tratamentos hormonais, pode realizar a gestação do filho até o nascimento.

O tipo de técnica de reprodução assistida que o médico escolherá para o casal vai depender da fertilidade que ele possui, pois cada uma está vinculada a um diagnóstico único. Enquanto o caso de infertilidade é mais grave, a reprodução assistida estará mais ligada ao processo. Examinar e fazer os avanços que comumente se desenvolvem no aparelho uterino.

A falta de fertilidade ocorre por vários motivos, tanto em homens quanto em mulheres. E é muito comum saber quando o planejamento familiar é posto em prática sem sucesso. Se a mulher recorrer periodicamente ao ginecologista, ela poderá saber muito antes, se apresenta alguma alteração que posteriormente faça parte do processo de engravidar sem surpresas inesperadas.

Enquanto o casal tiver altos níveis de fertilidade, as chances de usar uma técnica de reprodução assistida são inexistentes. Também pode desenvolver o caso em que o casal foi fértil em um momento e por algum motivo específico, deixa de sê-lo. Uma variação hormonal, estilo de vida ou idade, podem ser algumas das causas que causam uma diminuição da fertilidade no casal.

reproducción asistida

Reprodução assistida e fertilidade

A fertilidade é a capacidade de conceber um filho, podendo ou não ser suportada por um tratamento que fertiliza o óvulo com esperma e desenvolve um embrião. Em casais que procuram ter filhos, os médicos analisam a paciente e indicam os dias em que sua fertilidade está mais alta.

Na ovulação, as mulheres tendem a descarregar mais hormônios nos ovários, onde se desenvolvem e são posteriormente expelidos. Em seu caminho através das trompas de falópio, eles encontram espermatozoides e a gravidez na maioria dos casos é bem-sucedida. Se atingir o útero e o encontro não ocorrer, ocorre a menstruação.

Quando a menstruação é constante, o médico pode determinar um calendário onde são observados os dias de maior fertilidade, e no caso de mulheres com desequilíbrio. Existem medicamentos que ajudam a normalizar os atrasos

5fa9d31c91013 fertilidad

e é uma das primeiras recomendações que os médicos colocam à prova. Se a gravidez desejada não ocorrer posteriormente, as técnicas de reprodução assistida são os mecanismos que garantem o sucesso. Da mesma forma, cada casal tem uma eventualidade diferente e o ideal é ir ao médico que avaliará o caso.

A fertilidade do casal ajuda em grande medida à reprodução assistida, pois a partir daí são analisadas as bases que irão supor a técnica mais adequada, ou se não é necessário recorrer a estas.

Para saber a fertilidade em um determinado momento, diversos testes são realizados. No caso da mulher, inicia-se um check-up do período menstrual, exames do útero ou obstrução das trompas, exames de ultrassom também podem ser incluídos. Para o homem com espermiograma, as condições de quantidade e qualidade são observadas. Uma revisão dos dutos de esperma também pode ser incluída.

infertilidad fertilidad

Diagnósticos de infertilidade

O diagnóstico de algum tipo de infertilidade, mostra que devido a alguma alteração nos diferentes processos que a gravidez compartilha lugar, existe um fator que impede o correto desenvolvimento da mesma. Desde um bloqueio nos canais a problemas no material genético. Todo esse conglomerado de alterações tem repercussões no que chamamos de in

fertilidade, caso o material genético seja a causa da infertilidade e não haja como aumentar a capacidade de sucesso, a gravidez é realizada com material de terceiros. Nos centros de reprodução assistida, eles são vinculados a bancos de doação, onde são feitos todos os exames para verificar se não há doenças hereditárias.

Os médicos costumam fazer testes de compatibilidade para que a criança não se sinta excluída no futuro devido às diferenças físicas. Já que o material genético é o responsável pelas características nele do bebê. O casal também pode levar o óvulo ou esperma doador, e ele será extraído em caso de verificação de saúde.

Em algumas técnicas de reprodução assistida, a paciente é estimulada ovarianamente a controlar o processo e a quantidade de ovócitos e, se o casal preferir, aqueles que não foram utilizados são congelados para o futuro, ou doados ao centro para serem utilizados em casais que o façam. necessidade.

O médico fica encarregado de escolher aquela que der maior probabilidade de sucesso, pois pode ser que um casal possa utilizar duas técnicas, gerando a mesma probabilidade de gravidez efetiva.

Como último recurso, se por esses métodos a mulher não consegue gestar ou a cavidade uterina não apresenta condições ideais. Barriga de aluguel é recomendada como última opção. Sendo uma prática restrita em vários países, devido aos processos judiciais que precisam ser reestruturados. Ser terceiro que leva a gravidez a termo, com material genético dos pais.

En CELAGEM estamos listos para cumplir tu sueño

Somos especialistas en resolver problemas de fertilidad, fecundación In vitro o reproducción asistida. Queremos enseñarte algunos de nuestros tratamientos que tienen su primera cita totalmente gratis.

AGENDA GRATIS

DIAGNÓSTICO ONLINE