A doação de óvulos é uma técnica cada vez mais utilizada entre casais ou mulheres solteiras em todo o mundo, para diversos fins, engravidar ou ajudar uma nova família. Geralmente não é definida como uma prática “desejada” pela população feminina, porém é extremamente útil quando os métodos anteriores não alcançaram com sucesso a gestação da criança até o seu nascimento.

Os óvulos são um dos materiais genéticos junto com os espermatozoides, que conseguem formar um embrião para seu desenvolvimento e eventual nascimento. É fundamental que os dois materiais genéticos sejam saudáveis, para que o bebê não apresente alterações inesperadas. Porém, cada anatomia é diferente e há casais que precisarão deste ou de um método alternativo. Isso será determinado com um check-up médico.

Em muitos países, existem bancos de doação de material genético. Mulheres com certas características e voluntariamente podem ser candidatas. É um procedimento sem risco pessoal e tende a ser benéfico para esse setor populacional,

podendo ter um ou mais filhos com doação de óvulos. Não é tão comum, pois se busca que o material genético seja fornecido pelos pais, certamente não é um impedimento, sendo a mãe quem vai gozar a gestação do filho.Além disso, um óvulo próprio ou doado, em perfeito estado de saúde, aumenta a probabilidade de sucesso na gravidez.

A fertilização in vitro com material genético de terceiros é mais cara, pois precisa estimular a doadora para a extração dos óvulos e compensação financeira se necessário. Também pode ser um doador altruísta, porém, a medicação completa é de responsabilidade dos pacientes. Comparado ao procedimento inicial, o tratamento pode ser aumentado em 20% a 30% do valor inicial.

É importante que o casal concorde com o procedimento. Muitas vezes é um assunto delicado porque as pessoas que se submetem a esses tratamentos vêm tentando engravidar há muito tempo, sem sucesso. Paciência é a chave para muitos procedimentos que podem ser entediantes no início.

A compatibilidade genética entre o doador e o paciente receptor é muito importante, e é estabelecida em um estudo para encontrar o material genético que tenha características semelhantes. Assim, o corpo tem menos chance de apresentar alteração com o embrião. E o pequeno à medida que cresce, não se sentirá excluído da família por ter uma diferença n

donacion de ovulos

otável.Muitas mães se perguntam se terão compatibilidade genética com o filho. O material genético geralmente fornece todas as características da criança, embora a mãe com a gravidez crie um vínculo maior com a criança. Além disso, estudos recentes de compatibilidade afirmam que as crianças desenvolvem certas semelhanças com a mãe devido à transferência de substâncias.

Em quase todas as clínicas de fertilização in vitro, eles doaram óvulos. O contato é fechado entre o doador e os futuros pais.Isso é feito para evitar a criação de um link que poderia desencadear algum problema posterior ou legal. Para algumas agências, é estabelecida como política interna.

Por outro lado, há casais que escolhem e transferem a pessoa que aceita ser doadora de forma altruísta, mantendo uma relação com os pais, durante e após a gravidez.

A doação de óvulos é muito diversificada em seus métodos e depende principalmente da agência escolhida e do país. Poucos países se opõem a essa prática para ajudar as pessoas nesta faceta de suas vidas. No entanto, se o casal precisa do útero de uma terceira parte, a situação torna-se complicada e muitos países fechar essas possibilidades para aprovar ou discutir leis, por medo de que ele vai se tornar um "negócio ma

ternal". Os problemas que uma mulher presentes que requer uma doação de óvulos, pode ser causada por problemas de saúde. A idade também é um fator a ser considerado. Muitas mulheres que chegam aos 40 anos ou mais tendem a diminuir a qualidade de seu material genético, tornando mais difícil engravidar.

Obesidade ou baixo índice de massa corporal são outras causas. Os cuidados constantes e a revisão semestral com o ginecologista, ajudam a evitar outras doenças que causam infertilidade na mulher.

Na Clínica Celagem temos todas as características que contribuem para a sua segurança e para o seu parceiro. Mulheres solteiras que decidem mergulhar sozinhas também podem optar pela prática. Da mesma forma, é feito um estudo aprofundado para determinar se com outra técnica menos tediosa a mulher pode fazer uso de seus óvulos.

Com óvulos doados, a mulher pode gestar até o nascimento sem maiores complicações. Ter maior porcentagem de sucesso na técnica e no resultado; entendendo que a sociedade pode ter ideias contrárias à aprovação da prática, mas trabalha-se para criar uma sociedade mais inclusiva, alcançando aquele setor varejista que busca realizar o sonho de ser pais.